Você, eu e a astrologia: um trio especial demais!



Uma visita ao astrólogo começa com uma necessidade emergente. Você precisa de uma solução para algum dos assuntos dos pilares que regem a vida: amor, profissão, saúde, dinheiro ou família. Algumas pessoas vão por curiosidade, outras por busca de conselhos. Tem algo que nunca se pensa mas é o que mais importa. Quando conversando estamos tendo a chance de visualizar o recado dos “deuses”. O mapa nada mais é do que um DNA do seu comportamento, do que veio vencer como desafio, e do que traz como ferramentas de apoio. Esse nosso sistema tem uma ordem de movimentos geometricamente sagrada, portanto, nosso bate-papo informal, está buscando conversar com as energias de ordem superior que moram no nosso cérebro e no nosso coração.


É nossa vibração pessoal que nos possibilita essa chance de realinhamento com o próprio sistema solar. O que digo é que muitas pessoas não estão ainda prontas para conectar qualquer um dos oráculos.


A proposta planetária é que vivamos em harmonia o tempo todo e a possibilidade disso está na compreensão mental e na absorção corporal da palavra aceitação. Há um Sistema: ele indica os caminhos. Há um astrólogo: apenas um tradutor dessa indicação. Há você: que pode ficar se debatendo em inúmeras reflexões do que o que fazer com sua vida ou apenas surfar na onda estrelar. Tempo de escolha.

© 2019 Sandra Perin